Vamos Ler - Leitura e publicação gratuita de poesias
Veja também: Explorando e Aprendendo | RapiDicas | Sou Balada

2008-01-24

Um Céu

Um Céu / Rumena

É do meu céu ser vertigem a uma fé minúscula.

É no meu céu, ser eu criança eterna pra Deus.

Mulher entanto me vago quando o espírito, bendito de perfume incomum, exala sinfonia entre a noite e o dia.

Sou do meu céu, ave devota a tudo de Deus, amar em funda precisão.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Publique gratuitamente seus textos nesse site! Saiba mais.

Últimas Dicas do Explorando e Aprendendo

Música eletrônica de graça no www.soubalada.com