Vamos Ler - Leitura e publicação gratuita de poesias
Veja também: Explorando e Aprendendo | RapiDicas | Sou Balada

2008-01-31

Súplicas

Súplicas / Rumena Damienne

Um suplício eu, mergulhei nos sinos minha alma dorida de sacrifício.

As badaladas santas voaram a mim e, com asas de fogo brando, eu as abracei alentada em fé.

Fé amadiçoada pelo sentimento do humano pensar, ser de mim, a verdade mestra numa luz como um cordeiro seduzir.

Mas, minha fé entanto, uma raposa é, e só os sinos a consome em pura alma, eu a eles maestrar.

Sou da solidão, um lobo alvo a transfigurar-se em aves, pela minha vida ter sido amparada dias infindos, por corvos, benditos amigos.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Publique gratuitamente seus textos nesse site! Saiba mais.

Últimas Dicas do Explorando e Aprendendo

Música eletrônica de graça no www.soubalada.com