Vamos Ler - Leitura e publicação gratuita de poesias
Veja também: Explorando e Aprendendo | RapiDicas | Sou Balada

2008-01-31

Gelo

Gelo / Rumena Damienne Drácor

Gelei espírito meu e as chamas vieram dizer, serem amigas indeléveis de mim.

Herdou minha alma em gelo viver, por somente as sombras entrarem com suas tochas de luz.

Não pintei romances nem sonhei candura achar nas terras. Vivi apenas, tão apenas, pela glória do céu descer no gelo branco de mim, como escuridões em orações.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Publique gratuitamente seus textos nesse site! Saiba mais.

Últimas Dicas do Explorando e Aprendendo

Música eletrônica de graça no www.soubalada.com