Vamos Ler - Leitura e publicação gratuita de poesias
Veja também: Explorando e Aprendendo | RapiDicas | Sou Balada

2007-05-11

Mãe (Cidinha)

Mãe

Palavra tão singular
Rima não existe p'ra ela,
È fácil de pronunciá-la
Tão pequena, mas tão bela!

Não existe substituta,
Por melhor que alguém seja,
Seu amor é como se fosse,
Uma chama sempre acessa

Seu amor é inigualável
Puro e incondicional
Pode ter dezena de filhos,
Mas os ama de maneira igual

Chamam-na de virtuosa
Pois faz tudo com perícia
E é dela que recebemos
O primeiro afago, e a primeira carícia

Ensinou-me os primeiros passos
E contou-me a primeira história
Com respeito peço sua benção
E ainda a chamo de senhora

Mesmo que tudo mudou
E isso é coisa ultrapassada,
Sinto em sua sinceridade,
Que estou sendo abençoada

Honrar o pai e a mãe
Faz parte dos dez mandamentos!
A lei de Deus é imutável
E não de altera com os tempos

Sinto pena do órfão que chora
Que sem mãe se sente sozinho
É como se fosse uma ave
Perdida no seu próprio ninho!

Vamos amá-la enquanto é tempo
Nem todos podem fazer isso
Porque um dia ela se vai
Esse tesouro bendito!


Cidinha

Um comentário:

  1. O amor que vc tem por sua mae é perfeito e inexplicavel "!
    Toda mae é perfeita !

    ResponderExcluir

Publique gratuitamente seus textos nesse site! Saiba mais.

Últimas Dicas do Explorando e Aprendendo

Música eletrônica de graça no www.soubalada.com